Na mesma operação que deixou cinco suspeitos de tráfico mortos e dois feridos, a Polícia Militar apreendeu três pistolas, um “kit rajada”, um revólver e uma granada no bairro Roma, na quinta-feira (6).

Além disso, os PMs conseguiram recolher 1.526 pinos de cocaína, 40 tabletes pequenos de maconha e cadernos com informações sobre a venda de drogas na região do Roma.

O confronto aconteceu numa área de mata, próximo a um condomínio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. A investigação concluiu que traficantes estavam controlando o condomínio, e também retirando moradores de suas casa para montar bocas de fumos.

Os suspeitos não estavam com documentos, com isso, somente um deles foi identificado oficialmente. Trata-se de Alfredo Júnior da Silva, o “Fredim”, de 29 anos, que seria um dos líderes do tráfico no local. Ele é um velho conhecido da Polícia, por estar envolvido com disputas entre gangues em 2007.

O caso

Policias chegaram até a área de mata, no fim do condomínio, para chegar denúncias sobre a ação de traficantes. Os PMs foram recebidos a tiros e revidaram, matando cinco suspeitos e ferindo outros dois.

Foto: Diário do Vale

Deixe uma resposta