Bebê sofreu traumatismo craniano e outras fraturas pelo corpo

Na tarde da última terça-feira (23), em Volta Redonda, um homem, de 22 anos, e uma adolescente, de 14, foram presos por torturar um bebê de dois meses.

A Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), disse que a menina teria sido agredida diversas vezes ao longo dos últimos meses na casa deles, no bairro Belo Horizonte.  O homem registrou a criança, mas não é o pai biológico dela.

Ainda segundo a Deam, a ação aconteceu após o bebê ter dado entrada no Hospital São João Batista com traumatismo craniano e múltiplas fraturas pelo corpo. A unidade médica notificou o Conselho Tutelar, que encaminhou o caso à delegacia.

A perícia afirmou que as agressões estavam acontecendo praticamente desde o nascimento. Os pais tentaram dizer que as fraturas seriam resultado de uma queda, durante um depoimento.

O casal foi encaminhado para a para a 93ª Delegacia de Polícia (Volta Redonda), onde ficaram à disposição da Justiça.

Na manhã desta quarta-feira (24), a filha segue internada no hospital em estado grave.

Foto: A Gazeta

Atualização: Na quarta-feira (24), a vítima foi transferida para um hospital particular do município. O bebê agredido pelos pais segue internado no CTI em estado grave, mas estável. 

 

Deixe uma resposta