Marina Silva disse que a Justiça precisa chegar a outros políticos

Candidata à Presidência da República pelo partido Rede, ex-petista e ex-ministra do Meio Ambiente do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva por cinco anos, Marina Silva, afirmou nesta terça-feira (11), que ele é corrupto. Lula está preso pela Lava Jato, condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro.

A presidenciável também disse que apoiou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, mas não por causa de votos.  “Apoiei o impeachment por convicção. Houve crime de responsabilidade. Defendi a chapa Dilma-Temer, porque são farinha do mesmo saco, caroço do mesmo angu. Se tivesse havido nova eleição, o Brasil chegaria melhor a 2018”, disse a candidata.

Sobre a facada sofrida pelo candidato Jair Bolsonaro, Marina comemorou que o capitão da reserva tenha sobrevivido, mas ressaltou ser contra a política do armamento imposta por ele. “Graças a Deus ele não morreu, que aquela pessoa não tinha arma de fogo. Se a proposta do Bolsonaro já estivesse aprovada, arma de fogo na mão de todo mundo, o que poderia ter acontecido com ele e com as pessoas que estavam lá?”

Fonte: Estadão

 

Deixe uma resposta