Jair Bolsonaro é a favor da extradição de Battisti

Nesta segunda-feira de manhã (6), o presidente eleito Jair Bolsonaro conversou com o embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, sobre a extradição do ex-guerrilheiro, de 63 anos, Cesare Battisti. O italiano foi condenado a prisão perpétua por terrorismo e quatro assassinatos, atualmente ele vive como homem livre em São Paulo. Em dezembro de 2010, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou a extradição de Battisti, em decisão no último dia do mandato do petista.

Após a vitória do candidato do PSL, o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) disse que o presidente eleito mantém a determinação em favor da extradição de Battisti, como prometido na campanha.

Antonio Bernardini conversou por cerca de uma hora com Bolsonaro. Segundo ele, há sintonia entre as visões do presidente eleito e do governo italiano sobre o caso. No encontro, o embaixador entregou uma carta enviada pelo presidente da Itália, Sergio Mattarella. O diplomata lembrou que Bolsonaro é de origem italiana e que ambos tiveram uma conversa “muito simpática”.

“Nós temos uma presença no Brasil que é histórica. Claro que a perspectiva para o futuro é aumentar essa presença italiana no Brasil”, disse o embaixador.

Deixe uma resposta