A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) divulgou, na noite deste domingo, que afastou temporariamente o árbitro Leandro Newley Belota. Ele estava atrás da linha de fundo da defesa do Macaé e não assinalou a saída de bola que culminou no gol da vitória do Botafogo por 2 a 1, no Engenhão. A partida aconteceu no sábado. (Assista ao lance acima)

A Ferj comunicou o afastamento do juiz em um vídeo divulgado em seu site. Nele, Sérgio Santos, coordenador da comissão de ensino, informou que a decisão foi tomada pelo Grupo Gerenciamento de Problemas (GGP), comandado pelo presidente da comissão de arbitragem, Jorge Rabello.

 

– Em contato com o Leandro, ele nos contou que no momento do passe a bola ganhou velocidade e o atleta do Botafogo correu para alcançá-la. Neste momento, ele se posicionou de maneira que pudesse avaliar a jogada com precisão, ficando sob a linha de meta. O jogador do Botafogo alcança a bola e, entendendo que a mesma não tinha saído, informou ao árbitro que ela estava em jogo. Ele estava posicionado corretamente, mas devido à velocidade do lance e a preocupação em não se chocar com o jogador do Botafogo, não foi capaz de avaliar se a bola teria saído ou não – diz trecho do vídeo no qual fala Sérgio Santos.

O erro é mais um para a coleção dos árbitros de linha no Campeonato Carioca. O mais famoso aconteceu em 2014, em Vasco x Flamengo. Douglas, meia cruz-maltino, cobrou falta, a bola bateu no travessão e quicou dentro da meta rubro-negra. Rodrigo Castanheira, árbitro de linha, não deu o gol. Os seguidos erros fizeram a CBF suspender os árbitros de linha entre 2015 e 2016. O retorno acontece agora no começo de 2017.

Deixe uma resposta