Deslizamento ocorreu por conta do deslocamento de um maciço

Na madrugada deste último sábado (10), um deslizamento de terra e pedras deixou 14 pessoas mortas em Niterói. As buscas por vítimas foram encerradas por volta das 5h da manhã, mas as equipes continuam no local para remoção dos escombros e limpeza da área.

A tragédia aconteceu no Morro da Esperança, em Piratininga, na região Oceânica de Niterói. O deslizamento ocorreu por conta do deslocamento de um maciço. De acordo com as Defesas Civil Estadual e Municipal e com o Corpo de Bombeiros, esse é um processo geológico natural e não pode ser previsto. No local, também não poderiam ser construídas moradias.

Sete equipes de cinco quartéis do Corpo de Bombeiros, num total de 80 homens, atuam no local. Moradores se juntaram às equipes para ajudar, voluntariamente, no trabalho de resgate. Conforme o comandante Robadey, o trabalho de remoção dos escombros e resgate das vítimas ou busca por mortos poderia levar até 48 horas.

O governador eleito do Rio, Wilson Witzel (PSC), visitou o local na tarde de sábado. Witzel divulgou uma nota de pesar pelas vítimas.

Deixe uma resposta