Atendimento será realizado na Estação da Gare de 15 a 18 de maio no horário entre 10 e 17h

 

De 15 a 18 de maio, será realizada pelo Sebrae a Semana do MEI (Micro Empreendedor Individual) em Barra Mansa. O evento é em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação e acontecerá na Estação da Gare, no Centro, de 10 às 17h.

Durante os dias, será realizado um Mutirão de Regularização com emissão de Documento de Arrecadação do Simples Nacional, declaração anual, parcelamento de débito e microcrédito e outros serviços. Para o gerente de Comércio, Serviço, Tecnologia e Inovação, Carlos Alessandro Barbosa, a ação visa diminuir o índice de inadimplência e também tirar dúvida dos empresários. “O objetivo desta Semana do MEI é oferecer melhorias que gerem competitividade. Ainda são muitos os microempreendedores individuais inadimplentes. Por isso, é preciso reduzir custos e buscar diferenciais em atendimento ao cliente”, afirmou, dizendo que será uma ótima oportunidade para tirar dúvidas em busca de informações para cada tipo de negócio.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Agnaldo Raymundo, destacou que novas ações estão acontecendo e prontas para iniciar como uma parceria com a AgeRio (Agência Estadual de Fomento) para a concessão de crédito para micro e pequenos empreendedores residentes em Barra Mansa. “Essa concessão de crédito, por meio desta parceria, ajudará a expansão da atividade econômica e a estruturação deste segmento tão importante da geração de renda local”, concluiu.

Segundo o responsável pelo Catei (Centro de Atendimento ao Trabalhador e Empreendedor Individual), Deyvison Roberto Nascimento, o município possui mais de 6,7 mil microempreendedores individuais ativos de diversos setores como alimentação, construção civil, comércio de roupas e estética como cabeleireiros. “O número é positivo e representa um MEI a cada 30 habitantes. É importante salientar que os MEIs dispõem de direitos trabalhistas, contribuem para a Previdência e, podem, ainda, dispor de um funcionário, desde que este receba até um salário mínimo”, explicou.

Fotos: Chico de Assis

Deixe uma resposta