Cerca de 774 pessoas que recebem o benefício, entre idosos e deficientes, ainda não estão inscritos no Cadastro Único; prazo termina em dezembro de 2018

A prefeitura de Barra Mansa, através da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, está atualizando os dados dos usuários que recebem o Benefício da Prestação Continuada (BPC). De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, todos os deficientes que recebem o BPC da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) devem estar até dezembro de 2018 inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A medida também vale para os idosos beneficiários do BPC, que tiveram o prazo prorrogado para dezembro desse ano.

Segundo a assistente social da Coordenação do Cadastro Único de Barra Mansa, Daniele Vaz, 774 pessoas que recebem o benefício, entre idosos e deficientes, ainda não estão inscritas no Cad Único. “Em 2017, o Governo Federal pediu a unificação dos programas somente para os idosos. As pessoas com deficiência, que sejam beneficiárias do BPC, deverão fazer seu cadastro até dezembro de 2018, assim como os idosos que ainda não se cadastraram. A atualização do serviço é de extrema importância para que o usuário continue recebendo o benefício”, falou a assistente social.

Os deficientes e os idosos com 65 anos ou mais, sem vínculo com o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e com renda por pessoa do grupo familiar inferior a ¼ do salário mínimo vigente, devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo para recadastramento e atualização do BPC. “É importante frisar que os números de CPF de todos os membros deverão ser registrados no Cadastro Único para permitir a identificação do beneficiário e de sua família. A desatualização do cadastro  poderá acarretar em suspensão do benefício”, afirma.

Segundo a coordenadora do Cadastro Único, Celina Porte, a cidade conta com seis unidades do CRAS (Vila Coringa, Getúlio Vargas, Paraíso de Cima, São Pedro, Siderlândia e Vila Natal), que juntas englobam todos os bairros, além do Setor do Cadastro Único na prefeitura e duas equipes volantes. “Por conta do grande número de atendimentos no Setor de Cadastro Único, o recomendável é procurar o CRAS que abrange o bairro onde mora”, sugere.

A coordenadora ainda afirma que não é necessária a presença de terceiros como advogados para auxiliar os beneficiários, pois toda a atualização é feita através dos assistentes sociais. Qualquer dúvida ou outras informações, os interessados devem ligar para o telefone (24) 2106-3445 ou comparecer ao Setor de Cadastro Único que funciona no térreo do Centro Administrativo da prefeitura (Rua Luiz Ponce, 263, Centro). O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 08h30 às 16h30.

Deixe uma resposta