Iniciativa visa o resgate da identidade cultural do município e integra o Projeto Descobrindo Barra Mansa

A Prefeitura Municipal de Barra Mansa, por meio da FC-BM (Fundação Cultura Barra Mansa), e em parceria com a Secretaria de Educação, está apostando nas ações do Projeto Descobrindo Barra Mansa como forma de resgatar a identidade cultural e os valores históricos do município. A iniciativa além de ministrar palestras em escolas da rede municipal de ensino, também está distribuindo livros sobre a história da cidade para as bibliotecas ou salas de leitura das instituições que recebem o projeto.

A primeira unidade a receber os exemplares foi o Colégio Municipal Prefeito Luiz Amaral, no bairro Goiabal. A cada ação do projeto nas escolas estão sendo entregues em média seis publicações.

O Projeto Descobrindo Barra Mansa surgiu a partir da necessidade de levar conhecimentos aos alunos sobre o ambiente em que vivem. As palestras interativas são ministradas pela gerência de Patrimônio Cultural da FCBM e proporcionam aos educandos oportunidades para questionamentos e muitas curiosidades.

A partir da experiência e do contato direto com evidências e manifestações da cultura, em todos os seus diversos aspectos, sentidos e significados, o trabalho de educação patrimonial visa levar os alunos a um processo ativo de conhecimento, apropriação e valorização de sua herança cultural, desenvolvendo percepções de preservação para um melhor usufruto destes bens, e propiciando a geração e a produção de novos conhecimentos, num processo contínuo de criação cultural.

O presidente da FCBM Bravo, conta que o projeto é uma ação original, que ocupou as unidades culturais do município e se expandiu para ocupar as unidades escolares. “A ideia de promover ações formativas de saberes da cultura local é essencial. Ampliamos nosso conceito e com a parceria da Secretaria de Educação, podemos desenvolver a importância do fomento e resgate da história e cultura de Barra Mansa. Uma cidade que é referência para o país no que diz respeito à industrialização, pecuária leiteira e ciclo do café, por exemplo”, disse o presidente.

O projeto acontece desde maio de 2018. Até o momento, cerca de dois mil alunos foram atendidos. Durante o processo, o Descobrindo Barra Mansa também recebeu professores da rede municipal, e foi observada a falta de fontes de pesquisas acerca da história do município. Diante da situação, surgiu outra ideia para complementar o projeto: a distribuição de materiais que auxiliem o trabalho dos professores e melhore o processo de aprendizagem sobre a história de Barra Mansa.

O historiador e gerente de patrimônio histórico cultural da Fundação Cultura Barra Mansa, Nikson Salem, conta que durante as visitas do Projeto Descobrindo Barra Mansa, foi detectada a necessidade das instituições possuírem material sobre a história da cidade. “A partir da apresentação do projeto aos professores da rede, vimos que o conteúdo é trabalhado em alguns anos escolares e o material facilita o trabalho dos educadores. Em parceria com instituições e autores, conseguimos arrecadar de mais de 300 livros, que  estão sendo doados às 67 escolas municipais.”, concluiu.

A orientadora pedagógica do Colégio Municipal Professor Luiz Amaral, Elaine Pereira de Castro, comenta sobre a importância de possuir material sobre a história da cidade. “Não há fontes de informações sobre a história de Barra Mansa. Os professores não tem onde pesquisar sobre para ensinar os alunos. Com o recebimento desses livros, os mentores terão embasamento para dar aulas sobre o tema”, relatou a orientadora.

O Projeto Descobrindo Barra Mansa integra o Sistema Municipal de Cultura de Barra Mansa – SMCBM Lei 4.602/2016. O agendamento das visitas podem se realizadas pelo telefone (24) 3326-0405 ou pelo e-mailcultura.patrimonio@barramansa.rj.gov.br .

Deixe uma resposta